Globalização e dignidade da pessoa humana


Título: Globalização e dignidade da pessoa humana
Autor: Campos, Cristiana Soares
Outros autores: Dutra, Flávia Cristina Rossi
Editora: Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região
Resumo: A globalização é abordada como fase ou processo do capitalismo contemporâneo, que traz mudança no modo de produção do sistema, e no pensamento dominante, sustentado por forte ideologia neoliberal ou ultraliberal, que pragmatiza a desestatização da economia, a abertura de mercados, a desregulamentação da legislação trabalhista, e a redução de encargos trabalhistas, como fórmula de se obter maior produtividade e lucratividade. Em face dos efeitos nefastos produzidos na classe operária, e da falsa idéia de que os direitos e encargos trabalhistas são responsáveis pelo desemprego, defende-se o intervencionismo governamental como regulador do mercado, inclusive de trabalho, com proposta de se obter uma nova contratualidade, que construa uma medida de eqüidade e regras de civilidade nas relações sociais.
Fonte: Revista do Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região, Belo Horizonte, v. 43, n. 73, p. 79-84, jan./jun. 2006.
Assunto: Globalização da economia, crítica
Flexibilização do trabalho
Problemas sociais
Desemprego
Fome
Concentração de renda
Contrato de trabalho, modernização, Brasil
Trabalhador, proteção
Princípio da dignidade da pessoa humana, Brasil
Idioma: por
Referência: CAMPOS, Cristiana Soares; DUTRA, Flávia Cristina Rossi. Globalização e dignidade da pessoa humana. Revista do Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região, Belo Horizonte, v. 43, n. 73, p. 79-84, jan./jun. 2006.
URI: http://hdl.handle.net/11103/1211
Data de publicação: 2006


Arquivos neste item:

Aparece na(s) coleção(ões):